Em sua participação no programa Que História É Essa Porchat?, Letícia Spiller revelou que em sua época de paquita mentiu para a sua chefe, Xuxa. A atriz que sofria de problemas respiratórios inventou uma crise de asma para não viajar ao México com a apresentadora.

“Quando eu entrei no trabalho, eu não fazia ideia do quanto eu ia ter que trabalhar. Eu tinha paixão por teatro, eu queria ser atriz, eu entrei nesse trabalho porque eu queria me virar para pagar meus cursos sozinha, sem depender da minha mãe ou do meu pai”, recordou a ex-paquita.

“Eu tinha asma e bronquite alérgica desde criança, e nessa época eu ainda tinha algumas crises. Eu fazia tudo para ficar um tempo em casa ou ficar fazendo teatro com a galera e eu não ia poder fazer a peça junto com eles porque eu ia ter que ir para o México, com a Xuxa”, contou.

Advertisement

Então, Letícia inventou que a viagem não seria recomendável por conta de seus problemas respiratórios.

Fábio Porchat então comentou que a história não tem sentido. “Tudo o que o Brasil queria era ir para o México com a Xuxa e ela queria ficar aqui fazendo teatro”. A atriz concordou: “Não faz, a pessoa podia ter conhecido o México. Não fui até hoje”.

Advertisement

No entanto, a história tem uma reviravolta. Preocupadas com a saúde de Letícia, Xuxa e Marlene, produtora do programa, foram visitá-la. “Daí estou eu lá com a minha mãe em casa, bate a campainha, quem era? Xuxa e Marlene foram me fazer uma visita para ver se eu estava bem. Ficamos lá, conversando”, disse.

Letícia aproveitou a ocasião para se desculpar pela mentira: “Fingi uma falta de ar. Xuxa, me perdoa. Ela sabe que eu a amo demais”.

Advertisement
Advertisement