Apresentar um programa ao vivo é muito difícil e cometer erros é algo natural. A apresentadora do Estúdio I, da GloboNews, Maria Beltrão, que o diga. A jornalista fica no ar por 3 horas, o que pode acarretar em uma sucessão de erros.

No programa desta sexta-feira (16), a apresentadora cometeu três gafes seguidas, em menos de 1 minuto. Primeiro, ela “ressuscitou” Ernesto Araújo ao citá-lo como membro da comitiva de Jair Bolsonaro que vai participar virtualmente da Cúpula do Clima, promovida pelos Estados Unidos.

Ela foi logo corrigida pelo colega de bancada, Daniel Souza, que informou que o novo ministro das Relações Exteriores é o embaixador Carlos Alberto França. Assim que percebeu a falha, a jornalista foi surpreendida com um toque de sino de igreja vindo do seu celular.

Advertisement

Maria explicou que havia colocado o alarme para se lembrar de mandar um beijo para uma telespectadora. Logo depois, o “sino” tocou novamente, bem no meio da análise de um comentarista.

A terceira gafe aconteceu quando a apresentadora teve um lapso de memória ao tentar lembrar sobre a pauta que estava sendo discutida. “Esqueci do que estava falando”, disse Maria. Os outros jornalistas que estavam no estúdio se divertiram com a atrapalhada da apresentadora.

Advertisement

A própria Maria Beltrão se divertiu com a ironia feita pelo editor do Estúdio I no seu ouvido, por meio do ponto eletrônico: “Em algum momento você vai voltar para a Terra?”.

Advertisement