Tatá Werneck usou as suas redes sociais para mostrar a sua revolta com o pastor José Olímpio, que revelou estar torcendo pela morte de Paulo Gustavo, que está internado por complicações da Covid-19. A apresentadora compartilhou uma notícia de que o religioso será processado por diversas entidades LGBTQIA+ e classificou a declaração do pastor como maldade.

“O mundo precisa saber da sua maldade, José Olímpio”, publicou Tatá em seu Twitter na manhã do último domingo (18). Na parte da tarde, a publicação já contava com mais de 40 mil curtidas e algumas respostas de outros artistas. Marcelo Adnet foi um dos que respondeu à publicação: “Canalha”, escreveu ele.

Leia também: Saúde de Paulo Gustavo gera mais interesse que Bolsonaro e BBB 21; pastor pede sua morte; veja aqui

Advertisement

Uma publicação do pastor José Olímpio enfureceu a internet na última semana. “Esse é o ator Paulo Gustavo que alguns estão pedindo oração e reza. E você vai orar ou rezar? Eu oro para que o dono dele o leve para junto de si”, escreveu o líder religioso.

A declaração do pastor é por conta da sexualidade do humorista, que é casado com o médico Thales Bretas, com quem tem dois filhos, os gêmeos Gael e Romeu.

Advertisement

Após a repercussão negativa, José Olímpio apagou o comentário. Em nota, o Grupo Gay de Alagoas (GGAL), informou que entidades LGBTQUIA+ irão registrar boletins de ocorrência nesta terça-feira (20), contra o pastor. O Ministério Público deve ser acionado para acompanhar o caso.

Advertisement