Alexandre Garcia, um dos principais comentaristas da CNN Brasil, é um dos mais fiéis apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido).No entanto, o jornalista tomou uma atitude inesperada em seu canal no Youtube.

Com medo da CPI da Covid-19, Garcia apagou 5 vídeos de seu canal. Dois deles espalhavam notícias e teorias conspiratórias que colocavam em dúvida a efetividade das vacinas contra o novo coronavírus. Já os outros três vídeos defendiam o tratamento precoce com cloroquina e ivermectina.

A ação aconteceu em meio aos desdobramentos da CPI que investiga o papel do governo no combate à Covid-19.

Advertisement

Desde o início da pandemia, o jornalista defendeu o tratamento precoce com cloroquina, ivermectina e outros remédios, mesmo sem comprovação científica.

Ele ainda chegou a minimizar a doença quando declarou que “mais da metade morriam de qualquer maneira” e que “os americanos descobriram que só 6% dos mortos foram mortos exclusivamente pelo coronavírus. Os outros foram comorbidades, inclusive gente que já ia morrer”.

Advertisement

“Essa é a realidade que a gente tem que considerar também. E fortalecer nossas defesas: vitamina D, zinco, eu me previno com a ivermectina, tem gente se prevenindo com a própria hidroxicloroquina. E assim a gente vai tocando a vida. Viva a vida”, disse Alexandre Garcia.

Advertisement