Um dos nomes mais conhecidos da televisão, a apresentadora Angélica pode ser demitida da TV Globo em breve, caso o marido decida ser candidato à presidência, em 2022.



Leia também: Ator da Globo confirma ‘surubão’ com 7 pessoas após boatos com Anitta; veja aqui

Pelo primeira vez, ela comentou o assunto publicamente.

Apesar de dizer que apoia a decisão do marido, ela disse que não gostaria de envolver a família na polêmica, já que a candidatura atrairia atenção para todos:



“Recebo muito o feedback: ‘Angélica será incrível como primeira-dama’. Não sei se gostaria da minha família nessa confusão, nesse momento do país muito dividido”, declarou.

“Estamos juntos nisso, mas a decisão é dele. Posso dar aquela ajudinha, mas acredito que ele tem muita energia para isso”, disse ela.

A Globo, já ciente da decisão, pretende escalar um novo apresentador para os sábados: Tiago Leifert e Rodrigo Faro estão na mira do canal.