Luciano Huck participou do Conversa Com Bial desta quarta-feira (16) para falar de diversos assuntos, dentre eles, política. O apresentador revelou em quem votou nas últimas eleições e comentou sobre a atual situação do Brasil.

“Ninguém nunca me perguntou isso diretamente, mas eu não vou me furtar da resposta, porque acho que hoje em dia no Brasil você não se posicionar é você compactuar com o que está acontecendo. Eu votei em branco na última eleição, é o que eu devia ter feito e fiz com bastante tranquilidade. Os dois candidatos que se apresentavam naquela época, eu não me sentia representado por nenhum dos dois. Votei em branco e votaria em branco de novo”, revelou Huck.

“Nesse momento, acho que a gente não tá falando sobre A ou B, de sicrano ou beltrano, a gente tá falando sobre quem defende a democracia e de quem ataca a democracia. E eu acho que a democracia foi uma conquista. Quem defende estará de um lado, quem não defende está do outro. E eu estarei sempre, em qualquer tempo, do lado da democracia”, continuou o apresentador.

Advertisement

Durante o bate-papo, Pedro Bial questionou se Huck acreditava que ainda teria tempo para um terceiro candidato ou se Lula seria o único concorrente viável para Jair Bolsonaro. “Em meio a pandemia, do jeito que a gente tá hoje, com uma narrativa negacionista, que nos atrapalha, eu realmente acho que não é hora de debater eleições ou nomes. Acho que temos que debater ideias para os problemas que temos que enfrentar de educação, geração de renda, emprego”, respondeu Luciano.

“Nesse momento você querer dar nome aos bois, fulanizar as soluções dos nossos problemas, é jogar o debate numa vala mais rasa, pessoalmente falando”, concluiu.

Advertisement
Advertisement