O jornalista Luís Ernesto Lacombe reincidiu o seu contrato com a Band na tarde da última quinta-feira (25). Ele havia sido afastado do comando do programa Aqui na Band após um embate com o departamento de jornalismo, que considerava as pautas do programa muito favoráveis ao governo de Jair Bolsonaro e comprometedoras para a sua imagem. Zeca Camargo é o favorito para substituir o jornalista.

O contrato de Lacombe ia até o final do ano. A Band lhe ofereceu uma vaga no setor de Esportes, mas ele não aceitou.

Advertisement

Polêmica em defesa de Jair Bolsonaro

No Aqui na Band, Lacombe chegou a dizer que Bolsonaro nunca fez nada contra a comunidade LGBTQ+ e o defendeu das acusações de ex-aliados, como Joice Hasselman. No início de maio, o apresentador chegou mediar um debate com o tema “Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”.

O episódio escancarou a crise do Aqui na Band e por pouco o debate não foi tirado do ar.

O último “erro” de Lacombe aconteceu nesta semana, ao convidar Allan dos Santos, investigado no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura a divulgação de fake news, para o programa de terça (23). Para os diretores da Band, a atração não deveria dar espaço para alguém acusado de crimes.

Advertisement

Uma saída interessante para ambos seria o retorno de Lacombe para a Globo. Por um lado ele ganha um emprego novo e por outro a emissora passaria a dar espaço ao contraditório, o outro lado.

Zeca Camargo pode ser o substituto

A Band está em contato com a equipe de Zeca Camargo para uma possível contratação. O jornalista teve o seu contrato com a Globo suspenso este ano, após 24 anos na emissora.

Na edição do Brasil Urgente desta quinta-feira (25), José Luiz Datena voltou a dizer que a Band está para fazer uma grande contratação, que seria o ex-apresentador da Globo. “Eu não falei para você que a Band ia contratar alguém junto com a Mariana [Godoy], não falei? Pois é, eu só não disse isso antes pois não sei se está certo o contrato ou não, mas eu sabia que a Band estava tentando acertar com o Zeca Camargo”, afirmou Datena.

Advertisement