Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), agora foi a vez de Marcelo Crivella (Republicanos-Rj) fazer uma acusação pública contra a Rede Globo. De acordo com o prefeito do Rio de Janeiro, a emissora teria uma suposta dívida de IPTU e ISS com o município. Valor estimado seria de cerca de R$ 33 milhões.

“Na última sexta-feira, desafiei a Globo a pagar os R$ 33 milhões que devem ao município do Rio de IPTU e ISS. Se vocês pagarem o que devem vou investir tudo na saúde da nossa cidade! E aí, vocês topam?” questionou o político em seu Twitter, na última segunda-feira (07).

A Globo informou que a denúncia “não procede”. A emissora afirmou que “não tem débitos pendentes com a prefeitura”, e acrescentou: “Como qualquer empresa brasileira, tem garantido por lei o direito de questionar possíveis cobranças indevidas”.

Advertisement

A prefeitura, no entanto, não só reafirmou a dívida do canal carioca, como também revelou que “aguarda decisão da Justiça” sobre o imbróglio. “A Prefeitura do Rio reitera que a Rede Globo tem, sim, dívidas de IPTU e ISS com o município. A cobrança aguarda decisão da justiça, que apenas irá avaliar qual será o valor preciso do débito. A prefeitura estima que a Globo deva R$ 33 milhões aos cofres da cidade”, declarou.

Esse foi o primeiro ataque de Crivella, após a Globo ter revelado um esquema de corrupção dentro da prefeitura, o chamado Guardiões do Crivella. Nele, os funcionários comissionados faziam plantões na porta de hospitais da cidade e em eventos ligados ao político para calar a população e atacar a imprensa.

Advertisement

Advertisement