Todos já conhecem a rixa entre a Globo e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No entanto, nesta quarta-feira (21), a emissora carioca, por meio do Jornal Nacional, promoveu a ideia do retorno imediato às salas de aula. O repórter Paulo Renato Soares ouviu especialistas em Educação e citou o pronunciamento em rádio e TV do ministro Milton Ribeiro.

Bolsonaro afirma não assistir à Globo, mas se tiver dado uma espiadinha nesta edição do JN, gostou do que viu. A reportagem de quase 7 minutos saiu em defesa enfática do funcionamento regular das escolas, apesar da pandemia da Covid-19 ainda não estar controlada no país.

Advertisement

Essa foi uma publicidade positiva a um dos maiores críticos do canal. Mesmo assim, a Globo não poupa críticas ao governo de Bolsonaro. O chefe do Executivo, inclusive, já sinalizou a possibilidade de dificultar a renovação da concessão da emissora carioca (a atual autorização expira em 05 de outubro).

Apesar do ponto positivo, a convergência entre o Jornal Nacional e o governo de Bolsonaro durou pouco. A matéria seguinte denunciou a orientação passada por integrantes do Ministério da Saúde a profissionais de hospitais do Amazonas para o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19.

Advertisement
Advertisement