Andressa Urach esteia a sua carreira como apresentadora na série “Diário de uma Ex-garota de Programa”, que estreia hoje (12) na plataforma Univer Vídeo, da Igreja Universal do Reino de Deus.

Leia também: ‘Maconheiros da Globo’: lista de atores que fumam vaza e bomba na web; veja aqui

Conhecida por seu passado cheio de polêmicas, Andressa diz estar muito feliz com essa nova oportunidade: “Estou muito feliz porque através desse passado tão sujo e vergonhoso que eu tive, posso ajudar outras mulheres a saírem da prostituição. Na série vou contar histórias de mulheres que saíram da prostituição, que viveram em um passado sombrio e assim como eu conseguiram também sair desse fundo de poço”.




Advertisement

Andressa ganhou fama depois de ser a vice-colocada do concurso Miss Bumbum e se converter na igreja evangélica após ficar entre a vida e a morte por conta de uma infecção causa pela aplicação de hidrogel nas coxas.

A ex-modelo afirma que a série, que ficará disponível por 30 dias de forma gratuita na plataforma, tem o objetivo de levar esperança para mulheres que já estão “desacreditadas na sociedade”.

Leia também: Miss de 22 naos é encontrada morta e ex-namorado é o suspeito; veja detalhes aqui

“É possível mudar. Não tem como apagar o passado, mas através desses erros a gente aprende que a prostituição, o dinheiro que envolve, é um dinheiro amaldiçoado, que faz mal a tua alma, não vale a pena. Vejo que muitas mulheres estão indo para esse caminho, recebo muitas directs do Instagram pedindo ajuda porque entrar na prostituição é você se violentar, é ir se matando todos os dias um pouquinho”, conta Andressa.




Passado polêmico

Urach não gosta de entrar em detalhes sobre o seu passado, que inclui até encontros sexuais com celebridades, como Cristiano Ronaldo. Porém, ela relata o momento em que considerou ter chegado ao fundo do posso.

“Não gosto de relembrar porque é nojento e vergonho. Passava dos valores e princípios. O fundo do poço que cheguei foi entrar para a prostituição do sadomasoquismo, de você se submeter a coisas nojentas por causa do dinheiro”, afirma Andressa.

Mulheres de Deus

Andressa diz não se importar pelos julgamentos sobre a sua mudança de comportamento e fé: “Sei que o tempo que vai mostrar se mudei ou não. Se essa série ajudar uma única mulher a sair da prostituição, já valeu a pena”.




Na série, a apresentadora entrevista mulheres que já passaram pela prostituição e se converteram, assim como ela. 

“Essas meninas que entrevistei hoje todas são mulheres de Deus, são mulheres transformadas, algumas já casadas, outras que venceram seus preconceitos, traumas, e passado, assim como eu”, afirma Andressa.