Um dos partidos mais conservadores e polêmicos, o PSL, do presidente Bolsonaro, tem alguns membros que surfaram em sua popularidade.



Leia também: Vídeo de atriz da Globo usando vibrador em Fernanda Gentil caiu na web nesta quarta; veja aqui

Considerado como ultra-conservador, o partido elegeu dezenas de deputados antes desconhecidos, mas que acabaram ficando populares.

Um deles foi o agora deputado estadual Douglas Garcia, leito para a Assembleia Legislativa de São Paulo.

Recentemente ele se assumiu gay e causou polêmica ao dizer que tiraria “no tapa”, alguma trans que estivesse no banheiro feminino da Assembleia.





Leia também: Atriz da Globo dá declaração após flagra traindo marido “corno manso”; veja aqui

No Twitter, agora, ele disse que não se sentia representado pelo movimento LGBT brasileiro e afirmou que não participaria de ‘Paradas’ porque “eu não sou depravado”.

A afirmação logo levantou uma reação. O youtuber Pedro HMC foi o mais incisivo e afirmou que o deputado só se assumiu após ser chantageado com vídeos caseiros:

“Ser depravado e ser LGBT, oq ele relacionou, são coisas diferentes. Ser depravado pode ser LGBT, hétero cisgenero… pode ser por ex enganar mulheres eqto dá pra macho no sigilo, oq ele fazia até ser chantageado por sextape dando o c* e sair do armário na maior hipocrisia (sic)”, disse.



Leia também: Foto de Bruna Marquezine sem sutiã cai na web nesta terça; veja aqui

Em seguida, ele continuou com os ataques ao deputado: “Vc só pode se assumir hj (ainda q da maneira covarde q fez só sendo coagido, ou continuaria sendo um homofóbico covarde no armário), pela luta do movimento LGBT e conquistas dos direitos que hj vc tem. Depravado é vc, q até ontem pagava de hetero eqto dava pra macho na encolha(sic)”, afirmou.

Na web muita gente reagiu de formas diferentes. Entre os que apoiam a atitude do youtuber, também há quem tenha considerado o ataque íntimo e desnecessário. O que você acha? Conta nos comentários.



loading…


1 COMMENT

  1. Meu amigo, somos todos assim

    Conservadores no discurso, em casa e com a família; liberal na balada.
    Não sei porque a bicha pok não entende isso. Todo conservador defende valores familiares não rejeita uma boa suruba. Qual o problema nisso ?? só na cabeça de gay alienado isso não faz sentido.
    Todo mundo vive um personagem e de vez em quando cede a impulsos e desejos, o que tem de errado com isso ??? Por isso reforço

    “Sou conservador nos costumes, casa, no trabalho; Liberal na balada”

Comments are closed.