Se teve alguma coisa nessa semana no mundo dos famosos, essa coisa se chama treta. Foi tanta coisa acontecendo, que fica até difícil falar sobre tudo.




Pra começar, teve a notícia de que Marina Ruy Barbosa bateu de verdade em Bruna Marquezine (leia aqui), aí teve o casamento da Isis Valverde exalando maconha (confira aqui) e também a Marjorie Estiano esnobando Cláudia Leitte na Globo (aqui).

Aí chega a Deborah Secco e diz: “Dei muito e saí com mulher” (confira aqui). Mas como a semana só termina na sexta, chegou a Roberta Miranda causando atacando a Paula Fernandes.

É que além de chamar a colega sertaneja de “cafona”, disse que anda sendo imitada por ela tanto nos figurinos quanto nas promoções que realiza nas redes sociais.



> Após noite com travestis no motel, ator da Globo é chantageado e fotos vazam nesta sexta; veja aqui as imagens
“Ser imitado é ótimo, mas você não pode fazer uma promoção que no outro dia vem e faz igual. É incrível, toda hora, a roupa que você veste… Viu que não estava dando certo, uma cofonice do cão, aí vem e imita você também”, disse.

Mesmo sem citar o nome de Paula, ficou evidente quando ela comentou sobre uma ocasião em que teria sido esnobada por Fernandes.

“Uma coisa que eu fiquei indignada, foi há três, quatro anos, no Multishow, ganhando prêmio, olhou pra mim e virou as costas para Roberta Miranda. Nem por isso eu vim a público falar da falta de respeito que essa coisa aí fez. Ela ainda disse que era a ídolo dela”.



> Veja a polêmica: Simaria rompe com Anitta e briga poderá acabar dupla com Simone
Além das alfinetadas, Roberta continuou acusando Paula de imitá-la, mas fez questão de mandar dicas para a mineiras de Sete Lagoas:

“Roberta desce do palco para um fã, aí desce também. Qualquer coisa que eu faço, faz também. Quer imitar Roberta Miranda? Começa, número um, a respeitar o fã, a ter carinho pelas pessoas, respeito. Numero dois: consegue ter 31 anos de carreira sendo amada e idolatrada. Isso chama-se respeito”.

Pra terminar, ainda disse que quer ver Paula seguir sem máscara e comentou sobre a fama de antipática que a mineira carrega:




“Pelo que dizem, agora está tratando bem os fãs, chamando no camarim, coisa que nunca chamava. Quero que ela siga com uma fama clara, sem nenhum tipo de máscara”.