O ator da Globo Reynaldo Gianecchini se assumiu gay para a revista Ela em uma publicação deste domingo, 29.




“Tive, sim, romances com homens e acho que esse é o momento certo de dizer”, disse o ator, que já foi casado com Marília Gabriela.

Ainda sobre ele se assumir, Reynaldo Gianecchini disse que sempre sofreu uma cobrança do público e parte da mídia:

“Me cobram muito: ‘quando você vai sair do armário?’. Primeiro, quero falar para essas pessoas: antes de você achar interessante a sexualidade dos outros, dá uma olhadinha na sua. Talvez ela tenha mais nuances do que você pensa”.




Sobre o caso, Alessandro Lo-Bianco, do programa A Tarde é Sua, disse que ele pediu permissão à Globo antes de se assumir.

“Uma amiga dele disse que ele não tinha preocupação com um preconceito pessoal, mas profissional pois, por ter caído no rótulo de galã, ficava muito preocupado que isso pudesse afetar o papel em uma novela ou que não pudesse representar uma marca de perfume masculina”, explicou.




Ele continuou narrando como tudo aconteceu: “Ele ficou preocupado em como [a revelação] afetaria a Globo e procurou a emissora, manifestando o desejo de ‘não precisar se esconder’. O receio era ser prejudicado por ser flagrado em uma foto com alguém. Em conversa com Silvio de Abreu [diretor de Dramaturgia], a resposta foi ‘sinta-se à vontade para fazer o que o coração mandar'”.

à sua amiga, o ator da Globo teria dito: “Eu já fiz tudo na Globo que eu queria, já estourei o que tinha que estourar. Estou hoje em uma novela com grande audiência [A Dona do Pedaço], super-respeitado, não tem mais porque eu me reprimir por algo que possa conquistar profissionalmente, porque já conquistei”.




Mas para permitir que o ator se assumisse, a emissora teria feita uma séria exigência, irrevogável: “fale para os veículos da casa!”.

Há alguns anos ele foi flagrado beijando outro homem no mar.