Depois de uma temporada de sucesso, volta aos palcos de Belo Horizonte a comédia romântica “Certos rapazes”. A montagem mexe com um tabu que ainda angustia boa parte de nossa sociedade: como é ser gay e levar isso de forma natural em pleno século XXI.




O espetáculo propõe uma reflexão sobre a busca da felicidade em ser gay e da questão de se jogar num relacionamento “de cabeça”.

O autor Júnior de Sousa explica que a homossexualidade é abordada de forma sensível e sem estereótipos, de maneira leve e divertida, mas tocando em pontos importantes a partir da convivência dos dois personagens principais Guilherme e Paulo Henrique. “A simbologia do ‘armário’ abordada no texto mostra as formas de repressão com as quais todo ser humano lida no dia a dia e todo o traquejo necessário que precisa ter para se libertar de seus medos pessoais e buscar a felicidade”, pontua.

Maurício Canguçu, ator e produtor de espetáculos consagrados como “Acredite, um espírito baixou em mim”, “A Idade da Ameixa” e diretor de várias montagens de sucesso como “Velório à brasileira” e “Confissões das mulheres de quarenta”, dirigiu a peça com toda delicadeza que o tema pede.




O resultado foi uma montagem que dosa o tempero de uma paixão avassaladora entre dois homens com o olhar sensível que envolve o assunto. “Buscamos trazer a tona uma reflexão sobre um tema que precisa ser abordado sempre. Hoje, a relação homoafetiva é algo muito natural, mas ainda persiste o preconceito. O espetáculo levanta, de maneira densa e poética, a discussão de que não pode haver preconceito com o amor entre pessoas de qualquer gênero. Acima de tudo, o que importa é amar”, ressalta o diretor.

Serviço

Espetáculo: “Certos rapazes”
Local: Teatro da Biblioteca, Praça da Liberdade, número 21
Temporada: 08 de setembro a 01 de outubro
Dias e horários: sextas e sábados, ás 20h30, e domingo, ás 19h
Ingressos: Posto do Sinparc ou pelo vaaoteatromg.com.br: R$ 17 (preço único); bilheteria do teatro: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Classificação: 16 anos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here