O ator da Globo Mauricius Melhem foi acusado de assédio, segundo o que publicou o jornalista Léo Dias, do Uol.



Leia também: Jornalista critica caráter de Gugu e fala de boatos dele ser gay: de bonzinho só tinha cara; veja aqui

Ator, humorista e coordenador do Departamento de Humor da TV Globo, Mauricius começou o dia criando polêmica.

Ele disse ao O Globo que era descabida a polêmica com o especial de Natal do Porta dos Fundos e disse que aceitamos um “Jesus bêbado”:



Leia também: Site divulga nome de jogadores a serem demitidos do Cruzeiro em BH: vida feita; veja os nomes aqui

“Aceitam um Jesus bêbado, mas não aceitam um Jesus gay. A reação revela um pouco da parte preconceituosa desse país. Qual seria o problema se Jesus fosse gay? O ser humano é diverso, então Deus pode ser qualquer um de nós”, disse.

Mais tarde, Léo Dias revelou que atrizes como Dani Calabresa, Renata Castro Barbosa e Maria Clara Gueiros abriram uma denúncia formal contra ele por assédio moral.



Leia também: Concessão da Globo Minas em BH vence em breve e pode estar ameaçada; veja aqui

A Globo, em nota ao jornalista, disse que está apurando as denúncias:

“Todo relato de assédio, moral ou sexual, na Globo é apurado criteriosamente assim que tomamos conhecimento. A Globo reafirma que não aceita qualquer tipo de assédio e, neste sentido, mantém um canal aberto para denúncias de violação às regras do Código de Ética do Grupo Globo.”